Por que o Will Smith bateu no Chris Rock? O controle emocional no Oscar

Equipe Eurekka

Se você viu o Oscar, ou as notícias nas redes sociais, você já está sabendo da confusão, não é? Após um comentário de Chris Rock sobre a esposa de Will Smith, esse último agrediu o comediante ao vivo. Agora, a dúvida é: ele foi sensato ou foi falta de controle emocional?

Nesse texto nós vamos falar sobre o ocorrido do ponto de vista psicológico. Assim, você vai entender o que é controle emocional, como ela interfere nas nossas vidas – e até no Oscar- e, por fim, vamos ensinar você a ter mais controle emocional!

Então, descubra agora o lado científico do assunto mais comentado no momento e, de quebra, aprenda a lidar com suas emoções sem partir para a agressão. 

O que é controle emocional?

Controle emocional é a capacidade de entender qual emoção você está sentindo, o porquê de você estar sentindo e qual a melhor maneira de lidar com ela. 

No caso do Oscar, apesar da piada duvidosa, Will Smith poderia ter entendido que ele estava com raiva, que ele estava sentindo isso porque sua esposa foi vítima de uma piada sobre um assunto delicado e depois ter pensado qual seria a melhor maneira de lidar com isso.

Seria se levantar e agredir Chris Rock ao vivo e arcar com as consequências? Ou seria melhor apenas ter dado apoio à esposa e depois ter conversado com o comediante e explicar que a piada não foi boa?

E, como ele escolheu a primeira opção, podemos ver que Will agrediu Chris Rock, porque ele não estava com o controle emocional em dia!

Por que é importante ter controle emocional?

É importante ter controle emocional, porque se você deixar que suas emoções mandem em você, suas relações de trabalho, amizade e relacionamentos serão sempre prejudicadas.

Afinal, não seria ruim conviver com uma pessoa que sempre cedesse fácil às emoções? 

Em um momento ela teria ataques de raiva, no outro deixaria que a alegria fosse tão intensa a ponto de se tornar impulsiva e quando se sentisse triste ela se tornaria incapaz de fazer suas atividades corriqueiras e ignoraria todas as pessoas ao seu redor. 

Entenda: sentir emoções é normal e necessário, mas deixar que elas controlem você é muito prejudicial. Por isso, é importante entender qual emoção você está sentindo e qual a melhor forma de lidar com ela.

cuidado com a falta de controle emocional

Prejuízos da falta de controle emocional

Imagine que o astro de cinema Will Smith não fosse famoso, mas sim um trabalhador dentro de uma empresa. Assim, vamos supor que o chefe ou algum colega de trabalho fizesse a mesma piada sobre sua esposa e ele tivesse a mesma reação agressiva.

Ele seria mandado embora na mesma hora, não é? E além disso, ainda ficaria prejudicado em suas relações com as outras pessoas, uma vez que todos teriam medo que ele tivesse outra reação impulsiva.

Percebe como é importante que, ao sentir uma emoção, você não deixe que ela controle você? 

Mesmo que você seja injustiçado e ofendido é importante manter a calma e agir de modo adequado, pois ao agir de modo impulsivo você está prejudicando a si mesmo.

E para saber mais sobre as emoções básicas, clique aqui.

Qual a relação entre controle emocional e inteligência emocional?

O termo Inteligência Emocional significa ser capaz de entender as emoções e as informações que ela traz à você e saber como canalizar isso de forma saudável. 

E, no livro Inteligência Emocional (1995), de Daniel Goleman, o autor diz que para ser inteligente emocionalmente a pessoa precisa ter 5 competências básicas, sendo elas:

  • Autoconhecimento (conhecer as suas emoções); 
  • Autocontrole (controlar as emoções);
  • Motivação (saber aproveitar o impulso que as emoções te dá); 
  • Empatia (saber reconhecer as emoções do outro);
  • Relacionamentos interpessoais (saber aplicar todas as habilidades essas nos seus relacionamentos).

Então, a relação entre controle e inteligência emocional é que o controle emocional é uma das habilidades necessárias para se ter inteligência emocional, de modo que essa habilidade deve agir junto com as outras 4.

Como ter controle emocional?

Agora que você já sabe tudo sobre controle emocional, descubra como desenvolver essa habilidade! Assim, você saberá como melhorar sua vida no dia a dia e, caso você seja convidado para a cerimônia do Oscar um dia, você saberá como se comportar no tapete vermelho!

Não aja por impulso

Sempre que você sentir uma emoção de modo muito intenso, não faça nada antes de se acalmar (seja essa emoção alegria, raiva, tristeza, nojo ou qualquer outra).

Separe um tempo para respirar, refletir sobre essa emoção e a causa dela. Assim, você saberá qual a melhor forma de agir e não vai correr o risco de se arrepender por ter tomado uma atitude impulsiva.

Autoconhecimento

Conhecer a você mesmo significa saber quem você é, quais são suas fragilidades, pontos fortes, quais situações mais mexem com suas emoções, entre outros.

E, para o controle emocional, é importante que você pratique o autoconhecimento para reconhecer qual emoção você está sentindo, o porquê de estar sentindo e qual a melhor atitude que você pode tomar em relação à determinada emoção.

Você pode praticar o autoconhecimento a partir da terapia, meditação, rotina de autocuidado e muitos outros!

banner terapia saúde mental com a eurekka

Dê nome às suas emoções

Essa é uma parte vital do controle emocional. Pois, como você vai lidar com uma emoção que você não conhece? 

Então, quando uma emoção vier, pense: o que eu estou sentindo? É raiva? Alegria? Tristeza? Medo?

Assim, após nomear essa emoção você vai pensar na melhor forma de lidar com ela.

Por exemplo, se você perceber que a emoção é o medo de viajar sozinha, você poderá pensar: o que eu posso fazer para reduzir esse medo? 

Transforme sua emoção em atitudes concretas e sensatas. 

Não ignore suas emoções negativas

Quando estamos felizes, gostamos de falar sobre isso e viver o máximo do momento, certo?

Mas quando sentimos emoções consideradas negativas (como medo e raiva), nós temos a tendência de apenas ignorar e esperar passar. Mas essa não é a atitude certa por dois motivos.

1 – Até as emoções “negativas” têm sua função. O medo alerta você sobre o perigo e a tristeza sinaliza que você precisa de ajuda, por exemplo. Então, se você só ignorar essas emoções, você pode acabar entrando em uma situação ruim.

2 – A emoção não vai sumir, pois você a ignorou. Ela vai seguir ali, mesmo que de forma sutil, e poderá atrapalhar você a viver bem. Por isso, o certo é nomear a emoção e pensar em qual a melhor forma de reagir.

Use técnicas de meditação e respiração

Uma ótima técnica para se acalmar nos momentos de fortes emoções é ter na manga algumas técnicas de relaxamento!

E aqui vai uma para você! Basta respirar no ritmo deste gif:

exercicio-reduzir-ansiedade

Se comunique bem

A fala é muito poderosa e a comunicação evita muitas situações ruins. Por isso, se você não gostou do que uma pessoa fez ou sentiu que precisava compartilhar algo, converse de modo educado com a pessoa e resolva de vez a situação.

Seja sincero com você e com o outro. 

Entenda que você não é suas emoções

As emoções não são feitas para durarem para sempre, elas começam e têm um fim, sempre se alternando entre si em diversos momentos da vida. 

Por isso, não diga “eu sou triste”, diga “eu estou triste”. Assim, ao admitir que é só uma emoção passageira, você vai achar meios de lidar com ela e não ficar desesperado achando que vai ser assim pra sempre. 

sede da Eurekka

Aprenda a ter mais controle emocional com a Eurekka

Se você sente que precisa lidar melhor com suas emoções, que seu dia a dia não está legal e sua vida anda bagunçada, nós temos uma chamada especial para você!

A Eurekka criou um meio de enviar para você, todo mês, um material incrível. Ele será um grande aliado para ajudar você em questões diárias, como: propósito, trabalho, família, autoconhecimento, apoio emocional e muito mais!

Legal, né? E esse kit exclusivo se chama Clube do Livro! Ao assinar, você recebe na sua casa: 1 livro + 1 livreto temático + 1 marca página + 2 cards com técnicas + 1 checklist e 6 adesivos Eurekka!

Ficou interessado? Clica aqui embaixo e vem ser Eurekka!

E para mais conteúdos gratuitos, nos siga nas nossas redes sociais: Instagram, Youtube e Facebook.

Este artigo te ajudou?

0 / 3 0

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *