Como tratar todos os tipos de amigdalite

Laura Almeida

Laura Almeida

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PESSOAS
Receba o Momento Eurekka com dicas semanais de Saúde Emocional exclusivas:

A amigdalite é um problema comum, em especial nas crianças, e pode levar muitos pais e adultos preocupados a buscar o pronto atendimento médico. Apesar de ser uma doença comum, você precisa saber como tratar a amigdalite para evitar novos episódios da doença.

Para tratar da melhor forma, é importante buscar ajuda médica. Confira neste artigo alguns formas indicadas de como tratar amigdalite!

como tratar amigdalite

Buscando ajuda médica

A amigdalite é uma doença que não exige um especialista para ter diagnóstico e tratamento.

Você pode procurar ajuda no pronto atendimento com um médico clínico geral. Além disso, pode falar com o médico de família e comunidade na Unidade Básica de Saúde. Ademais, pode até mesmo marcar uma consulta com um otorrinolaringologista, o médico que cuida dos problemas de nariz, ouvido e garganta.

Caso seja uma amigdalite que reincide várias vezes no ano, a consulta com o especialista é mais recomendada.

Amigdalite Bacteriana

A amigdalite bacteriana costuma causar dor, desconforto para engolir, febre e pus amarelado na garganta. O tratamento tenta tirar a infecção bacteriana do corpo pelo uso de antibióticos.

A pessoa pode usar antibióticos como penicilina (Benzetacil) ou amoxicilina (Clavulin), na forma de injeção ou de comprimidos. Além disso, é vital se tratar pelo tempo que o médico mandou.

Mesmo que os sintomas já estejam melhores, o remédio precisa agir por um tempo para tratar cem por cento a infecção. Caso você pare antes, a infecção pode voltar.

A longo prazo, o problema de parar o remédio antes do tempo é que você pode ficar resistente aos antibióticos. Isso torna a infecção muito difícil de tratar.

Amigdalite Viral

No caso da amigdalite viral não é preciso usar antibióticos, pois não há bactérias no processo de infecção. Assim, o objetivo de se tratar é aliviar os sintomas de dor, desconforto e febre.

Os remédios que podem ser usados são analgésicos e podem ser usados anti-inflamatórios como ibuprofeno, diclofenaco e nimesulida. Pode-se usar também dipirona e paracetamol para os sintomas febris.

Evite usar anti-inflamatórios sem o médico indicar. A doença costuma melhorar após 5 a 7 dias.

garganta inflamada

Amigdalite Crônica

Você pode tratar as amigdalites crônicas da mesma maneira que as agudas, a depender da causa. Em casos de muitas repetições ao ano, pode precisar de uma cirurgia para tirar as amígdalas.

Quando não há uma resposta boa para o tratamento ou a amígdala atrapalha para respirar ou engolir, a cirurgia pode melhorar muito a qualidade de vida.

A cirurgia é simples e tem poucas complicações. Pode sangrar até 5 a 6 dias no período pós operatório. Caso sinta muitas dores ou o sangramento seja muito intenso, procure o médico que fez a cirurgia para tirar suas dúvidas.

Como tratar amigdalite na gravidez?

É melhor falar para o seu médico se você está grávida ou pretende engravidar na hora de se tratar. Com essa informação, ele pode escolher os melhores antibióticos que não atrapalham o bebê de crescer e se desenvolver. Também é bom informar se você ainda amamenta seu filho, pois é outra questão que pode fazer a diferença.

Tratar a amigdalite na gravidez é igual tratar quando não se está grávida. Contudo, deve-se tomar um cuidado especial com o tipo de bactéria que está causando a doença. Se a bactéria for de um grupo específico, pode ser preciso acompanhar mais de perto a doença e usar antibióticos mais fortes.

Existem tratamentos caseiros para a amigdalite?

Você pode tratar a amigdalite com formas caseiras, além do remédio prescrito pelo médico. Uma forma é o gargarejo de água com sal, que alivia a dor que a inflamação causa. Além disso, limpa a garganta do muco que se forma por conta do pus. 

Para realizar o gargarejo:

  1. Adicione uma colher (chá) rasa de sal de cozinha em um copo com água morna.
  2. Faça o gargarejo com essa mistura por 5 minutos
  3. Por fim, repita o processo 3 vezes ao dia ou quando sentir que precisa.

Não use limão ou vinagre, pois são substâncias ácidas que podem irritar a garganta.

Além disso, comer bem e beber muita água vai ajudar. Caso não consiga comer alimentos sólidos, dá para trocar por sucos e sopas.

As pastilhas de dor de garganta podem ajudar na dor, mas não tratam a inflamação que a doença causa.

banner eurekka med

Possíveis consequências da amigdalite não tratada

Veja, a seguir, algumas problemas que podem ocorrer quando a pessoa não trata a amigdalite da forma certa.

Febre reumática

É uma doença autoimune, na qual o sistema imunológico ataca o próprio corpo. Além disso, é a principal complicação da amigdalite não tratada. Ocorre quando há infecção por bactérias do grupo streptococcus beta-hemolítico.

Quando a pessoa não trata este tipo de amigdalite, o sistema imune pode fazer anticorpos para a bactéria. Ademais, esses anticorpos têm uma proteína que é muito comum em outros tecidos do corpo, como as articulações, coração e sistema nervoso. Assim, quando os anticorpos circulam no sangue, eles atacam as bactérias e os tecidos, o que pode causar:

  • Poliartrite migratória: é o sintoma mais comum da doença. Inflama as articulações do corpo, o que causa dor, inchaço, vermelhidão e calor.
  • Cardite: essas bactérias se aderem às valvas cardíacas e se proliferam. Contudo, é pouco comum. Para tratar, pode usar antibióticos e pode ser preciso fazer uma cirurgia para trocar a válvula, em casos mais delicados.
  • Coréia de Sydenham: quando os anticorpos ficam no sistema nervoso, podem provocar a coreia. A coreia tem movimentos parecidos com espasmos musculares, bem típicos. Ademais, costuma melhorar sozinha em alguns dias.

Nefrite

A nefrite é a inflamação do rim. Ocorre quando uma bactéria atinge o rim por meio da circulação do sangue e pode se desenvolver ao longo de dias ou meses. Contudo, se não tratar a inflamação, pode ter falência renal.

boneco com garganta

Abscesso periamigdaliano

O abcesso é um problema pouco comum que pode ocorrer em amigdalites bacterianas sem melhora depois que tratam. Entre os principais sintomas, temos febre, garganta irritada, dor ao engolir e inchaço no pescoço. Além disso, precisa de uma cirurgia para drenar o abcesso.

Escarlatina

É uma doença que ocorre mais em crianças. Pode ocorrer como consequência das bactérias tipo estreptococos do grupo A, que fazem uma toxina.

Essa toxina vai para a pele e causa vermelhidão, que some quando você aperta a pele. Além disso, outros sintomas também podem ser dor de garganta, febre alta e língua muito vermelha. Por fim, você pode tratar com antibióticos semelhantes que usam para a amigdalite. Ademais, você deve usar por 7 a 10 dias.

Gostou do texto? Então, acesse mais conteúdo gratuitos como esse na rede social que preferir: BlogFacebookInstagram e Youtube ou através do nosso Aplicativo!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados