Como reclamar menos: dicas para lidar melhor com sua vida

Equipe Eurekka

Você já ouviu de pessoas próximas que  você reclama demais? Talvez você esteja reclamando demais e nem notou que virou um hábito seu. Se você gostaria de saber como reclamar menos, esse aqui é o espaço para a gente falar sobre isso.

No texto de hoje, vou te contar alguns segredos sobre a origem do reclamar, que efeitos isso causa em você e, por fim, como sair desse ciclo tóxico. Boa leitura!

O que é reclamar?

A reclamação é quando a gente fala sobre algo mais ou menos dessa forma: “bom, eu gostaria que fosse diferente, deveria ser de alguma outra forma.” Reclamar, então, é quando a gente manifesta um desconforto com algo ou alguém. Acontece que nem tudo são flores e você precisa ser inteligente para lidar com isso. No entanto, não é porque você está lendo este texto, que não vai se permitir reclamar nunca mais.

Não se trata da gente nunca mais reclamar e para sempre agradecer. Inclusive, devemos tomar cuidado com a nossa mente, tentando nos levar para os extremos sempre/nunca. Por isso, você precisa ponderar.

Há, sim, momentos em que a gente deveria ser mais grato, e em outros, reclamar menos. Então, cuidado com os extremos que às vezes a nossa mente nos apresenta.

Mas, então, por que algumas pessoas reclamam tanto? Como reclamar menos?

Refletir é importante 

Às vezes, a gente não pensa o que seria de nós sem aquela pessoa por perto, sem aquele objeto de que gostamos ou sem os materiais que usamos para trabalhar. Refletir sobre o que temos e o que somos é vital para você perceber coisas pelas quais você é grato.

Mas eu vou te contar um segredo: existe um motivo biológico pelo qual reclamamos tanto. Ou seja, não precisa ter culpa por reclamar tanto. Você já vai entender que isso é algo natural, mas acabou ficando mais e mais forte com o tempo.

Pense nos seres que são nossos ancestrais, aqueles que chamamos de “homens das cavernas”. Tudo que estava lá poderia, a qualquer momento, acabar com a nossa existência. Por isso, eles eram mais preocupados do que felizes. Uma pessoa feliz se distrai, se alegra, e pode ser devorada. O importante era comer, se alimentar e se manter aquecido – e não morrer.

como reclamar menos

Não se culpe por não saber como reclamar menos

Por isso, você não deve se culpar, porque não há problema em reclamar mais e agradecer menos. Agora, você já entende que isso faz parte da nossa nossa história e não é um defeito que está em nós mesmos. Tem a ver com a sobrevivência da nossa espécie.

Isso fez com que os seres humanos que mais sobreviviam fossem aqueles que ficavam atentos a erros e a problemas que pudessem ocorrer. Era um aspecto de sobrevivência.

Efeitos de reclamar demais

Afinal, quais são os problemas de você reclamar demais? Ou seja, estar no nível de reclamação de que você não gosta, aquele em que  pessoas próximas até já comentaram que você fica envolvido demais na reclamação e no desconforto.

O que ocorre é o seguinte: surgiu algo positivo, você fica satisfeito, mas nada muito além. E a vida segue. Dessa forma, você começa cada vez mais a dar foco àquilo que não está muito bom. E quando damos foco a algo, a gente desfoca de outro, entende? Então, quando você foca em reclamar, você desvia do campo da gratidão.

Eu nunca encontrei alguém que tenha dito: “Olha, eu reclamo muito, mas eu também agradeço muito.” Não é que você não possa, no mesmo dia, reclamar e agradecer. Mas você não tem como, na mesma atitude, reclamar e agradecer.

Não faz muito sentido, não é mesmo? A não ser que seja uma fala passivo-agressiva, do tipo “Nossa, muito obrigado por isso que você fez para mim. Que beleza! Foi muito gentil da sua parte.” Aquela ironia bem ácida, sabe?

pessoa isolada e isolamento social

Afastar pessoas

A consequência mais óbvia e mais dolorosa de reclamar demais é afastar pessoas. Ou seja, quando você reclama, você lança luz sobre algo que poderia ser diferente, poderia ser melhor. Muitas vezes, vamos reclamar da pessoa para ela mesma; nesse caso, tem vários jeitos gentis e delicados de a gente fazer um feedback negativo para outra pessoa.

Quando estamos reclamando, estamos naquele momento um pouco mais emocional da coisa. Essa pessoa que recebe a reclamação pode responder de várias formas e a mais comum é que você esteja gerando nela uma sensação de afastamento.

Pense em quando você está nessa posição de alguém que recebeu uma reclamação um pouco mais pesada. Você fica desconfortável com essa pessoa, não fica? Agora, me diga uma coisa: a gente quer estar perto de pessoas que nos deixam desconfortáveis? Não.

A gente se afasta, ou pelo menos tenta se afastar. Então, tome cuidado. Se você hoje é conhecido como alguém que reclama muito, talvez você esteja afastando pessoas com as quais você se importa, as pessoas com quem você gostaria de ter mais momentos de carinho.

Menos satisfação e qualidade de vida

As pesquisas relacionadas à gratidão mostram que quando agradecemos mais e reclamamos menos, nos tornamos mais satisfeitos com a vida.

Quando a gente tenta olhar tudo no mínimo do detalhe, como se colocássemos nossa vida no microscópio, é claro que vamos encontrar vários problemas. Alguns muito grandes, dos quais a gente se arrepende demais. Alguns nem tão grandes assim, mas que também nos deixam com aquela sensação de que podia ter sido diferente.

E quando a gente leva esse microscópio para mais e mais esferas da nossa vida, a gente cada vez mais está dando foco para aqueles aspectos em que erramos. Afinal, é natural que, quando a gente vai fazer uma descrição de nós mesmos, se estivermos ruminando pensamentos, a gente sinta que a vida está ruim e você talvez esteja insatisfeito. Dessa forma, você começa a apontar tudo que há de errado. E daí, isso está acontecendo com você neste momento?

Eu entendo que não se trata de pisar na ferida ou de jogar sal no machucado. Se trata de tomar consciência de que talvez a gente esteja pisando um pouco mais forte na linha da reclamação. Por isso, a gente tem que dar um pouco mais de atenção para aspectos como a gratidão nas nossas vidas.

Como reclamar menos? Dica prática 

Com o advento das redes sociais, infelizmente por um lado e felizmente por outro, a gente se aproximou mais de outras pessoas. Por um lado, você consegue com mais facilidade entrar em contato com pessoas do mundo inteiro. Por outro lado, isso também acabou permitindo que certa toxicidade que há dentro de cada um de nós pudesse ser destilada.

Com as redes sociais, ficou mais fácil desumanizar as pessoas e nos esquecemos de que do outro lado da tela tem um ser humano com sentimentos. Então, a gente nem percebe que aquela reclamação que postamos vai ser lida por outra pessoa, e isso, em alguma medida, pode impactar o dia dela.

Portanto, pra começar essa caminhada de reclamar menos, eu quero te perguntar uma coisinha: com quem você costuma reclamar mais? Pode ser uma pessoa com quem você reclama dela para ela mesma. Mas também pode ser uma pessoa com quem você se junta para reclamar de outra coisa ou de outra pessoa.

A segunda pergunta é: em que ambiente e com que frequência? Pense se é quando você está no trabalho, ou quando está em casa. Inclusive, pode ser um ambiente virtual.

banner programa para empresas

Análise de reclamações

Eu faço essas perguntas porque o primeiro passo para a gente reclamar menos é entender em que contexto, hoje, nós estamos reclamando mais e com qual pessoa. Este é o começo da mudança.

Quando a gente começa a observar um modo de agir, esse é o primeiro passo para poder mudar algo. Nesse caso aqui, a gente está querendo reduzir a frequência. Então, se hoje você reclama várias vezes por dia, a gente está querendo reduzir isso para uma ou duas vezes. Essas duas perguntas nós chamamos de análise de reclamações.

Então, se você quer mudar isso hoje mesmo, responda às duas perguntas da análise das reclamações. Faça isso nos próximos sete dias, ou seja, na próxima semana.

Para você que está com bastante disposição e disponibilidade para ir além nesses experimentos e descobertas, vou deixar algo mais desafiador. Eu convido você a, após duas semanas, refazer a análise das reclamações e notar se algo mudou.

Se você começou a perceber que está reclamando menos, está reclamando de forma diferente e está prestando mais atenção nas reclamações, eu vou sugerir que você coloque um lembrete na sua agenda para revisar esse experimento. Faça essa análise das reclamações para você começar a afunilar a entender melhor onde é que essas reclamações estão ocorrendo em demasia.

criança brava

A Eurekka quer te ajudar a reclamar menos

O primeiro passo para a gente reduzir esse comportamento, com certeza, passa por mensurar, ou seja, medir e analisar onde e quando as reclamações estão ocorrendo mais. 

Se você quiser mais conteúdo gratuito sobre gratidão, negatividade e mudança de hábitos, não esqueça de dar uma olhada em outros textos do nosso blog e também ver os vídeos no nosso Youtube.

Você se considera alguém que reclama demais? Conta aqui nos comentários!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Equipe Eurekka

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *