Como lidar com sonhos perdidos? O guia completo

Equipe Eurekka

Você já passou pela sensação de perder algo que queria ou de que gostava muito? Se sim, deve ter percebido como é difícil lidar com sonhos perdidos. Os sentimentos podem ser avassaladores, e os pensamentos sobre esta perda podem te rondar por muito tempo.

Por isso, criamos este texto para te ajudar a lidar com essa sensação ruim que surge quando você não atinge uma meta ou quando você não consegue realizar o seu sonho. Com as dicas deste texto, você vai poder lidar muito melhor consigo mesmo.

Boa leitura! 

O que podemos chamar de sonhos perdidos?

Sonhos perdidos são aquelas metas ou vontades que não conseguiram ser concretizadas. Pode ser, por exemplo, uma pessoa que precisou sair de sua cidade a mando dos pais. Neste caso, a pessoa não teve poder de escolha e precisou deixar muitas coisas para trás: seus amigos, sua escola, sua rotina…

Outro exemplo são pessoas que mudam para uma condição social inferior à que tinham antes, e precisam mudar o estilo de vida. Ao parar de viajar, sair ou comprar, a pessoa passa por um processo de luto, que é muito subjetivo e, muitas vezes, não compreendido. 

Mais um exemplo, que infelizmente é muito comum, ocorre no caso de aborto espontâneo ou bebês natimortos. Afinal, por muito tempo, estava sendo criada uma grande expectativa na gestação, além de sentimentos positivos. 

Quando ocorre a perda, é comum que os pais sofram não só o luto pela morte em si, mas por todos os sonhos e vontades que também precisaram ser interrompidos por conta desta virada. 

No geral, essas pessoas vivem um luto antecipatório, que é o que ocorre antes do fato em si que decreta a “morte”. Digo isso entre aspas, pois pode ser sobre uma morte real ou sobre uma morte simbólica, como no caso das metas ou sonhos interrompidos.

homem triste por não saber como lidar com os sonhos perdidos

Sentimentos de quem teve os sonhos perdidos

As pessoas que passam por metas que se destroem ou sonhos que se perdem passam por um processo de luto. Ou seja, podem ficar muito tristes, ou muito agressivas, ou tentando negar a gravidade da situação.

É importante entender que esses sentimentos não ocorrem em uma ordem fixa, como era o pensamento de algum tempo atrás. Os sentimentos costumam vir emaranhados e sem muita definição, pois a pessoa está passando por um processo que é confuso para ela mesma.

Além disso, ocorre uma perda da esperança de que os elementos externos venham nos salvar. Isso significa que, antes dessa primeira grande decepção, havia a sensação de que algo além de nós mesmos poderia resolver os nossos problemas — que pode estar ligado à religião ou não.

Agora, esta pessoa precisa passar por um processo para entender que temos que salvar a nós mesmos, a partir das nossas ações e pensamentos. Mesmo que o gatilho para a perda desse sonho seja externa, é você mesmo que precisa se recompor e seguir adiante.

Sonhos perdidos e saúde mental

Um dos fatores que mais dificulta a estabilidade da saúde mental no momento de sonhos perdidos é o fato de que a sociedade não reconhece o luto por não morte. Acontece que o luto é o sofrimento por uma perda, seja qual for a natureza dela. 

Durante o processo de luto, passamos por cinco fases:

  • negação ou choque, que costuma ser a primeira reação;
  • raiva;
  • depressão;
  • negociação, que é o momento em que se tenta “salvar” a perda; e
  • aceitação.

Como já citei antes, elas não precisam vir sempre na mesma ordem. E a aceitação pode, inclusive, surgir em etapas. Ou seja, você pode estar em uma fase de aceitação e, por conta de um gatilho que surgiu no seu dia, voltar para o estado de raiva, e então retornar para a aceitação só algum tempo depois.

Dito isso, fica mais fácil de entender que, para manter a saúde mental quando há sonhos perdidos, é preciso passar pelo processo de luto. Então, é vital que as pessoas ao redor entendam e validem o luto, mesmo que não tenha ocorrido nenhuma morte, para que essa pessoa enlutada possa se desenvolver e prosseguir.

E, se você sente que está difícil desabafar com as pessoas ou que elas não entendem bem o que você está passando, que tal falar com um Psicólogo Eurekka? Nossos profissionais humanizados, experientes e escolhidos a dedo, estão aqui para ajudar você!

banner terapia

Como lidar com sonhos perdidos?

Assim, depois de todas essas explicações, podemos enfim falar sobre como lidar com os sonhos perdidos. Afinal, você já entendeu a importância de viver este momento, sem reprimir ou se afastar!

Não se culpe pelo que passou

Mesmo que a perda tenha ocorrido por uma ação sua, tente não se culpar. É comum, por exemplo, que estudantes se sintam mal por não conseguir entrar na faculdade na primeira tentativa.

Você pode e deve sentir as emoções fluírem em você: tristeza, raiva, decepção… O importante é entender que essas emoções devem estar direcionadas à perda, e não a você. Não precisa se odiar por algo que deu errado, combinado?

Pense no próximo passo

Ainda usando o exemplo do estudante, você pode tentar usar essa perda como motor para seguir praticando e tentando entender onde errou, sem fazer um juízo de valor sobre a sua dedicação ou sobre o seu caráter. Ou seja: você não é ruim só porque não passou em uma prova!

agenda com anotações de planos como uma forma de lidar com sonhos perdidos

Trace objetivos

Depois da perda, uma boa ideia é começar a ocupar a cabeça com outros planejamentos. Eles podem ou não ter a ver com a sua frustração, e não precisam impedir o seu processo de luto.

Se a perda foi, por exemplo, uma mudança abrupta de cidade, você pode traçar objetivos para a sua nova realidade, já que não pode mudá-la: como fazer amigos nessa nova região, como encontrar locais baratos para fazer suas compras, entre outros.

Tenha uma rotina saudável

Manter uma rotina saudável para a sua saúde física e mental vai te ajudar muito a não sofrer mais do que o necessário. 

Afinal, já é bem ruim estar passando por essa perda. E tudo que você não precisa é ir parar no hospital por não cuidar da sua alimentação nesse período, por exemplo.

Pense em formas de se manter ativo e de cuidar da sua alimentação. Só estes pequenos passos já podem fazer você se sentir bem melhor. 

Se cerque de pessoas que te apoiam

Como eu falei antes, é muito importante que as pessoas ao seu redor validem o luto e entendam o seu processo. Dessa forma, você terá alguém para te acolher em um surto de raiva, ou alguém para estar ao seu lado durante um momento de tristeza profunda.

No entanto, é vital que você explique o processo para essas pessoas — afinal, ninguém tem bola de cristal! Explique o motivo da sua tristeza, o fato de que o luto é vivenciado por perdas em geral, e peça pela compreensão deles.

Seja fiel a você

A pessoa que mais deve te apoiar, te entender e te incentivar é você. Afinal, se nem você se aceitar, quem mais irá?

Não se abandone durante períodos difíceis. Pratique o autocuidado e o autoperdão, de forma que o amor próprio esteja sempre te protegendo de sentimentos ruins e de autoagressões.

sede da Eurekka

Faça terapia!

A terapia é vital para que você consiga se entender e se aceitar da melhor forma possível. Lidar com sonhos perdidos é muito difícil, mas pode se tornar menos penoso com a ajuda de um profissional capacitado.

Na Eurekka, contamos com vários psicólogos que estão prontos para te ajudar a lidar com sonhos perdidos. Dessa forma, você terá um apoio para seguir adiante com mais confiança.

Um benefício de tratar de perdas na terapia é a certeza de que o profissional vai te ouvir e te entender, sem julgar, diferente do que pode ocorrer na roda de amigos, por exemplo.

Então, para saber mais sobre a Terapia na Eurekka, clique aqui!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 3

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.