Como ajudar alguém em luto: 8 dicas essenciais

Equipe Eurekka

Você sabe como ajudar alguém em luto? Há momentos na vida que, por mais que a gente tenha boa vontade e disposição, não sabemos o que fazer para confortar alguém.  

O que acontece é que, às vezes, ao tentar ajudar um enlutado, o sofrimento, o choro e o desespero dessa pessoa são desconfortáveis pra gente. Então, a nossa primeira reação é querer interromper essas manifestações. Por isso, é muito difícil consolar alguém em luto

Este é um momento muito delicado e a gente não recebe nenhuma orientação para saber como agir. Não existe uma fórmula mágica, pois não existe uma regra para saber como ajudar uma pessoa enlutada.

Por exemplo, quando ela para de chorar na sua frente, não significa que a dor passou. O sofrimento ainda está oculto. Você fica bem, pois acha que resolveu a vida da pessoa, mas a sua atitude só trouxe censura e repressão ao que ela sente. 

Mas fique tranquilo, temos algumas dicas para acolher alguém que perdeu uma pessoa muito querida.

O que é luto?

O luto é um momento que a gente precisa viver para entender e se acostumar com a ausência definitiva ou não de alguém importante — já que, em alguns casos, o luto acontece sem que ocorra a morte de fato. Para algumas pessoas, esse período também serve para encontrar um novo sentido para a vida.

O luto não está relacionado só com a morte, mas a separações, a ausências muito longas ou repentinas, deixar de fazer algo de que gosta muito, perder o emprego, são algumas situações que merecem esse momento de reflexão.

Esse é um período de adaptação a um novo ciclo. O luto é um processo de amadurecimento, por isso é importante passar por ele.

O luto é um momento de muita fragilidade

Algumas pessoas costumam viver esse período de uma forma mais sensível que outras. E essa fragilidade é justificável, pois há muitas dúvidas sobre como será a vida daqui pra frente e sobre a capacidade de seguir adiante sem aquela presença importante. 

Há muitas perguntas sem respostas. Além do lado emocional, podem existir questões financeiras, que causam preocupações e inseguranças.

A incompreensão dos outros, pressão para que o luto acabe, pedidos para ser forte, falta de alguém para ouvir suas tristezas, são algumas das situações que podem deixar a pessoa mais fragilizada.

A dor da perda é inexplicável e ninguém precisa passar por esse momento de fragilidade sozinho. Quando falta compreensão e empatia na família ou entre os amigos, talvez seja a hora de procurar ajuda especializada. 

Há muitos grupos de apoio para enlutados. Algumas igrejas, ONGs e clínicas psicoterápicas oferecem acolhimento em grupo de forma gratuita. Há também o atendimento individual em clínicas especializadas.  Existem muitas pessoas preparadas para oferecer apoio, por isso, busque ajuda, sempre que necessário. 

banner terapia

Como é o processo de luto?

O luto é um processo de adaptação após o final de um ciclo. No entanto, existem algumas fases desse momento de dor. Sendo que é comum passar por pelo menos duas e não é obrigatório passar por todas.

Fase de Negação: Nessa etapa, a pessoa nega o problema. É comum não mudar a rotina e continuar a vida como se nada tivesse acontecido. Algumas pessoas se isolam.

Esse período é importante para se acostumar com a nova situação. Essa fase é temporária, aos poucos ela passa e o enlutado começa a reagir.

Fase da Raiva:  Nesse momento o fato não é mais negado. Essa fase é bem difícil para a família e amigos, pois não é fácil entender certas atitudes do enlutado.

Há uma explosão de sentimentos, revolta e perguntas sem respostas. Choro, distúrbios no sono e no apetite são comuns. Esta fase costuma durar até seis meses.

Fase da Barganha: Também conhecida como fase da negociação. A pessoa acha que pode mudar o ocorrido. Por exemplo, acredita que, ao fazer uma promessa, seu desejo será atendido.   

Fase da Depressão: A pessoa acredita que ficará para sempre triste, com a sensação de vazio e melancolia. A saudade e a solidão acompanham essas sensações. 

Nessa fase, é importante ouvir e estar próximo ao enlutado para que a depressão não evolua e ela consiga passar por essa fase. Pois, só após superar as angústias dessa etapa, a pessoa consegue evoluir para o próximo degrau.  

Fase da Aceitação: A realidade é aceita. A paz toma o lugar da desordem e a superação começa a ser vista como algo bom.  A vida começa a ser reorganizada. Com o tempo, o luto deixa de doer e dá espaço apenas para a saudade.

Lembre-se: Cada um tem o seu tempo. Evite fazer comparação entre enlutados

como ajudar alguém em luto

Como ajudar alguém em luto com 8 dicas

O luto não é ruim. É um período necessário para compreender uma situação nova de vida. É normal não saber o que fazer e nem como ajudar. Por isso, a Eurekka traz algumas dicas de como ajudar alguém em luto:

Evite os clichês

Não use frases como “foi melhor assim”. Às vezes, a situação não ficará melhor para quem ficou. Na dúvida, não repita velhos clichês. Neste momento, um abraço vale mais do que mil palavras.

Não invada o espaço do outro

Toda ajuda é bem vinda. Mas é importante saber quem a pessoa quer por perto. Por exemplo, esvaziar o armário do falecido é algo muito íntimo e doloroso, por isso é importante saber se a pessoa quer fazer isso sozinha ou acompanhada.

Se tem dúvidas sobre até aonde pode ir, pergunte! Mas deixe a pessoa tomar as decisões e respeite mesmo que não seja do seu agrado. Não leve para o lado pessoal, porque é um momento muito difícil.  

Mas se mantenha por perto

O isolamento faz parte do processo do luto, mas isso não significa que não devemos cuidar. É importante observar se esse isolamento é vivido de forma saudável. 

Esteja sempre por perto, mas respeite os limites. Ligações, mensagens, flores, são algumas formas de estar presente. Se não souber o que fazer, seja franco e pergunte. Mostre que estará disponível sempre que for necessário. 

Use a escuta ativa a seu favor

Deixe a pessoa desabafar sobre a morte e a saudade. Esse é o momento apenas de ouvir. Permita que expresse a dor de todas e quaisquer formas . 

Não interrompa o choro e nem julgue! Afinal, cada pessoa sente de um jeito diferente. Escute a pessoa sem interferir nos seus sentimentos.

Não diga que ela “precisa ser forte”

Esse é mais um clichê que serve apenas para invalidar a dor. Essa experiência é muito sofrida e tenha certeza de que a pessoa já está usando toda a força que tem. Não exija mais nada dela

Respeite o tempo de cada pessoa

Não há um período exato para o luto acabar, pois ele é único para cada um. Além disso, a relação que havia entre as pessoas e a forma como cada cultura e crença encara a morte influencia muito no processo de luto. Então, deixe que a pessoa decida qual será o tempo dela.

Ajude ela na sua rotina

Coisas simples e do dia a dia podem ser difíceis de fazer sem ajuda. Então, você pode ajudar com as contas vencidas, ir ao supermercado ou organizar a louça da pia. 

Também pode ajudar a pessoa a voltar para sua antiga rotina, mas respeite os limites dela. Não é necessário fazer coisas mirabolantes, faça o que está ao seu alcance. Qualquer ajuda será importante nesse momento.

sede eurekka
 

A Eurekka te ensina a como ajudar alguém em luto

Para o ser humano essa passagem continua sendo um grande enigma. Afinal, a dor de perder alguém será sempre muito grande.

E acompanhar o sofrimento de quem passa pelo processo de luto pode ser muito desconfortável e nosso primeiro impulso pode ser querer acabar com o choro e a todo custo cessar a dor do outro.

Afinal, esse é um processo em que todos os envolvidos sofrem muito. Por isso, além de seguir as dicas de como ajudar alguém em luto, também é importante que as pessoas envolvidas no luto tenham um acompanhamento profissional. Pelo menos aquelas pessoas mais próximos.

E a Eurekka está aqui pra te ajudar a lidar com essa situação. Nós oferecemos acolhimento individual para quem perdeu alguém muito querido e também para as pessoas que precisam de ajuda para lidar com a pessoa enlutada.

Toda a nossa equipe é muito experiente, realizamos mais de 3000 sessões mensais de terapia e contamos com profissionais humanizados escolhidos a dedo para cuidar bem de você e da sua família.

Então, se você quer receber esse apoio emocional, clique aqui para marcar uma conversa inicial com algum dos nossos terapeutas. Esperamos por você!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 3

Equipe Eurekka

Leave a Reply

Your email address will not be published.