Será que você tem Bruxismo? O que é, causas e como tratar

Equipe Eurekka

O bruxismo afeta, por razões desconhecidas, 15% das crianças, bem como acontece de maneira indistinta entre homens e mulheres, sendo mais comum em pessoas mais jovens.

Nesse texto você vai entender o que é o bruxismo, quais os tipos que existem, como identifica-lo em você, quais são os sintomas, as causas e as consequências.

Além disso, também falaremos sobre os possíveis tratamento e algumas recomendações. Tudo resumido em um texto só e pronto para você ler!

O que é bruxismo?

placa de bruxismo

O bruxismo é considerado uma desordem funcional e, de um modo geral, acontece quando a pessoa tem o costume de ranger ou apertar os dentes. Essa ação causa uma pressão que pode provocar amolecimento e desgaste nos dentes. É possível dividirmos o bruxismo em dois tipos: o diurno e o noturno.

Noturno

Nesse caso, o bruxismo acontece enquanto se está dormindo, durante o sono. É um ato involuntário, portanto a pessoa não percebe e, muitas vezes, nem sabe que aperta e range os dentes enquanto dorme.

Diurno

Às vezes, a pessoa com bruxismo diurno pode acabar tendo o hábito de apertar seus dentes ao longo do dia, mantendo a parte da boca tensionada. Quando isso acontece, com a pessoa estando acordada, ele recebe o nome de briquismo. São parafunções, que acontecem da mesma maneira, porém em momentos diferentes do dia. Também se chama o briquismo de “bruxismo em vigília” ou de “apertamento desperto”.

Como saber se tenho bruxismo?

Muitas vezes, você não sabe que tem hábitos de apertar e ranger os dentes durante o sono, ou não percebe que faz isso durante o dia. Se deve, então, ficar atento a alguns dos principais sintomas do bruxismo para não o descartar como opção de um possível diagnóstico.

Sintomas

Tem-se a dor de cabeça como o sintoma mais comum causado pelo bruxismo. A pressão muito forte que é feita ao apertar os dentes, pode levar à falta de fornecimento sanguíneo em certos vasos, o que causa a dor de cabeça.

O amolecimento e o desgaste dos dentes também são sintomas que costumam acontecer em casos de bruxismo. Além disso, alterações no sono, estalos ao abrir e fechar a boca, dor, zumbido nos ouvidos, dor no pescoço, dor na mandíbula e dor nos músculos da face devido ao esforço dos músculos da mastigação, são outros sintomas que acompanham o bruxismo.

Causas

Não se sabe ainda com total certeza as causas que levam ao desenvolvimento dessa desordem, porém, especialistas tem uma boa noção do que pode vir a causá-la.

Essa desordem pode estar relacionada com fatores genéticos, bem como com fatores emocionais e físicos. Problemas de má oclusão (alinhamento anormal dos dentes) ou fechamento inadequada da boca são alguns exemplos de fatores físicos. Com relação aos fatores emocionais, pode-se citar situações de estresse, tensão ou ansiedade, por exemplo.

Além disso, efeitos colaterais incomuns de alguns medicamentos psiquiátricos, como certos antidepressivos, podem talvez contribuírem para o bruxismo. Também, a complicação de alguma doença, como Parkinson ou doença de Huntington.

Impactos do na boca

Em ambos os casos, tanto no bruxismo noturno quanto no briquismo, as consequências da desordem podem ser as mesmas. Pode acontecer o desgaste dos dentes, surgimento de doença periodontal (infecção grave da gengiva), disfunção temporomandibular muscular, desordens articulares nas articulações temporomandibulares, alterações degenerativas nas articulações, bem como dores de cabeça.

O bruxismo deixa os dentes tortos?

Essa desordem tem a capacidade de causar um estreitamento nos dentes. Em especial quando já há uma doença periodontal instalada, seja ela decorrente do bruxismo ou não, o posicionamento dos dentes pode sofre uma mudança. Contudo, são casos mais raros.

banner eurekka med

Tratamento e o que fazer para acabar com o bruxismo?

Por enquanto, ainda se desconhece um tratamento eficaz e voltado para o bruxismo. Porém, há certos cuidados se pode tomar para tratar a desordem.

Usar uma placa de bruxismo para dormir

O uso da placa está entre os recursos mais indicados para o tratamento do bruxismo. As placas utilizadas são as placas interoclusais flexíveis de silicone, ou as placas rígidas de acrílico. Se moldam as placas de acordo com o formato da arcada dentária de cada paciente.

A função das placas é a de restringir os movimentos dos músculos da mastigação, para poder reduzir o atrito que causa o desgaste dos dentes. Se usa principalmente durante o sono, estabilizando a mordida e relaxando a musculatura facial.

Controlar o estresse e a tensão do dia a dia

Como uma maneira de controlar tensões e estresses do dia a dia, uma alternativa pode ser o uso de medicamentos ansiolíticos, os quais são úteis para controlar estresse e ansiedade.

Além disso, a prática regular de atividade física pode ser uma grande aliada, uma vez que ajuda a controlar as crises de ansiedade e o estresse também, podendo diminuir o apertar dos dentes.

Ajustar a mordida anormal

Problemas de má oclusão, que consistem no alinhamento anormal dos dentes, podem contribuir para a causa da ocorrência do bruxismo. Por isso, caso esse seja o caso, realizar o ajuste e a correção da mordida, deixando ela de maneira correta e indicada, é de extrema importância.

Toxina botulínica

Essa toxina é uma neurotoxina que é produzida pela mesma bactéria que causa a infecção alimentar. É uma substância muito tóxica e que afeta o sistema nervoso, porém, é muito usada há anos para tratar diversas doenças.

Também conhecida como “botox”, tem a finalidade de impedir a contração muscular, causando paralisia temporária do músculo. Por isso, se usa muito para doenças como espasmos musculares e paraplegia, por exemplo.

No caso do bruxismo, essa toxina pode ser uma ótima alternativa para controlar as dores e desconfortos que o bruxismo causa.

Ao aplicar ela em certos pontos específicos do rosto, ela neutraliza a ação da acetilcolina, que é a substância responsável pelo movimento de contração muscular.

Mesmo que o bruxismo seja causado por questão emocionais, como estresse e tensões, ao bloquear os músculos da mastigação com a toxina, os músculos têm sua força de contração amenizada, diminuindo as dores.

Precisa usar placa de bruxismo todas as noites?

placa de dormir para bruxismo

O bruxismo não tem cura, e pode acontecer com menor ou maior intensidade, variando a cada caso e ao momento de vida em que o paciente se encontra. Para evitar o agravamento dos sintomas com o passar dos anos, se recomenda que a placa seja usada constantemente. É como usar óculos: se você precisa usá-los, é para o resto da vida.       

Buscando ajuda médica

Os especialistas que podem diagnosticar o bruxismo são: clínicos gerais, odontologistas, psiquiatras e fonoaudiólogos.

É recomendado consultar o dentista com regularidade, como forma de prevenção. Além disso, evitar apertar os dentes durante tarefas mais complicadas, não mascar chicletes em excesso ou mordiscar objetos duros, como canetas.

E por fim, para conferir conteúdos gratuitos da Eurekka, você pode baixar o nosso app e seguir nossas redes sociais: FacebookInstagram e Youtube.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Equipe Eurekka

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *