Como AUTOMATIZAR os seus BONS HÁBITOS

Henrique Souza

Você já ficou triste por ter uma sequência muito grande de hábitos bons e, de repente, perdeu essa sequência? Isso fez você se sentir mal, que falhou? Então, vamos conversar sobre as decisões que você toma e como tomar decisões que fazem você ser mais constante. Ou seja, este texto vai ensinar como automatizar os seus bons hábitos.

automatizar bons hábitos

Foque no que importa

Quando a gente descobre que alguém chegou muito longe, o que a gente quer saber é como a pessoa chegou lá, não é mesmo? A gente não está muito interessado em saber quantas vezes ela falhou no caminho.

Mas quando o assunto é avaliar o nosso próprio progresso, a gente fica batendo demais nessa tecla de quantas vezes deixamos de fazer algo. Ficamos tristes por não manter a sequência perfeita de 28 dias seguidos na academia ou trezentas e 12 sessões de meditação no ano.

Se você perde a sequência, a sensação é de que tudo o que você tinha construído foi para o lixo. Mas não é assim que funciona. Mesmo que você tenha quebrado a corrente, os passos que você deu até aqui nunca serão apagados. Então, mesmo que você tenha ido 30 dias seguidos na academia e no dia 31 você tenha falhado, isso não muda o fato histórico de que você fez 30 dias de academia.

Automatizar bons hábitos consiste valorizar seu trabalho

Imagine o seguinte: cada vez que você cumprir um hábito, é como se você colocasse uma moedinha em um tesouro. Então, sua meta é continuar enchendo esse tesouro com moedinhas de ouro. Você consegue, por 50 dias seguidos, colocar uma moedinha ali ou uma nota de 5 reais naquele tesouro. Só que, no dia 51, você não conseguiu depositar aquele dinheiro.

Sabe o que que isso muda? Boa notícia: só muda a sequência! Não mudou o resultado até agora. Aquelas 50 vezes que você colocou dinheiro ainda estão aí. Então, toda vez que você decide fazer uma caminhada ou acordar cedo, são bons hábitos.

Você resolve começar a acordar mais cedo, então você vai lá no seu tesouro e coloca essa moedinha e ela vai ficar para sempre no seu histórico de bons hábitos. Ou seja, ela não se perderá só porque, em algum momento, você não conseguiu acordar cedo para fazer suas tarefas.

Por isso,  toda vez que você criar hábitos saudáveis, tem que pensar assim: você está colocando isso no seu tesouro.

banner terapia saúde mental com a eurekka

Por que não consigo automatizar bons hábitos?

Tem gente que não consegue automatizar os hábitos, pois acha que ser constante é tomar a mesma decisão todos os dias. Está aí o erro: ser constante não é tomar a mesma decisão todos os dias. 

Para explicar melhor, vamos pegar como exemplo o livro “A culpa é das Estrelas”.

O Augustus, personagem por quem a personagem principal se apaixona, tinha o hábito de fumar. Quem assistiu ao filme, lembra que ele andava sempre com um cigarro e às vezes o colocava na boca. No entanto, ele não fumava, ele só queria o cigarro por perto

O que isso quer dizer? Ele queria apenas se lembrar daquilo que ele já foi, do hábito que ele já teve, e lembrar que ele tem a força para decidir que ele não vai mais repetir aquilo. 

Então, ele chegava ao ponto de colocar o cigarro na boca, mas ele não acendia, pois ele tomava a decisão todos os dias de dizer não àquele vício. Isso é muito bonito no livro. Mas na vida real, você sabe o que ia ocorrer? Na vida real, esse cara ia acabar fumando em algum momento. 

Ele ia passar por um momento de estresse. É certo que teria uma discussão horrível com o pai, com a mãe, com alguém no trabalho, e iria acabar fumando aquele cigarro. Ele está muito cansado depois de tomar um café, sente aquela vontade de fumar um cigarro… E, então, ele ia acabar caindo naquela tentação, pois estava tudo muito fácil para ele.

Ser constante não é você todos os dias tomar a decisão de resistir ao impulso.

O que é ser constante?

Ser constante é você tomar uma decisão para não precisar tomar várias decisões. Por exemplo: vamos pensar que para Joana, o objetivo é comer menos carboidratos refinados ou menos doce. Ela tem a sobremesa na mesa dela, mas ela diz “Não, eu não vou comer sobremesa”. E ela é constante na decisão dela de dizer não. 

Só que, na verdade, a pessoa constante mesmo é aquela que não cria oportunidade de ter um doce a sua disposição; ela não compra coisas doces para ter em casa. É óbvio que isso não é possível para a realidade de muita gente, porque, quando se mora em família e o resto da família quer comer doce, fica difícil. Mas é um exemplo para mostrar a diferença para você tomar uma decisão que elimina as outras decisões em vez de ficar tomando uma decisão todo dia. 

autodisciplina

Como automatizar bons hábitos

Sabe o que significa débito automático?

A função de débito automático permite que você coloque uma conta para descontar de forma automática na sua conta do banco. Isso ajuda demais, pois, assim, você não precisa ficar lembrando de pagar a conta. É só ter dinheiro na conta no dia do débito automático e tudo bem.

Então, você tem que pegar essa lógica do débito automático e tentar aplicar em tudo na sua vida. Descubra as decisões que você continua tendo que tomar todos os dias e que poderia colocar no débito automático. Vamos dar alguns exemplos de situações que podem ser automatizadas para ajudar você a se organizar:

Como automatizar bons hábitos: comida

Há pessoas que fazem isso com marmita. Por exemplo: uma das coisas que dificulta você seguir uma dieta é que todos os dias você vai ter que parar e pensar em qual é a sua refeição. Você vai ter que: 

  • planejar a refeição,
  • ver se você tem os ingredientes,
  • tirar um tempo para cozinhar,
  • servir
  • comer

Nesse trabalho que se tem de pensar na refeição, cozinhar e comer, muita gente acaba decidindo a opção mais barata ou mais fácil. Como, por exemplo, pedir fast food.

Se você fosse colocar essa decisão no débito automático, um jeito fácil é fazer toda a comida da semana, congelar em marmitas e decidir que dia você vai comer o quê, tudo de uma vez. Ou, ainda, comprar as marmitas. Então, a galera compra 15 marmitas e só aquece no micro-ondas. Este é um jeito muito prático de comer bem morando sozinho, já que a comida estará na quantidade exata de cada refeição.

Inclusive, algumas pessoas colocam uma etiqueta na marmita escrito “quarta-feira”, por exemplo. Então, quarta-feira pode ser o dia mais cansativo e corrido do mundo, mas você, de maneira bem prática,  vai abrir o freezer e está escrito “quarta-feira”. Você pegou, esquentou e comeu. Não teve que elaborar um pensamento em cima daquela decisão.

lembrar compromissos

Lembrar compromissos

Imagine que a pessoa se esqueça de olhar a sua agenda. Então, o que ela faz é colocar os compromissos na agenda do Google. Acontece que mesmo assim, ela ainda esquece algumas vezes.

Isso está atrapalhando a vida dela, causa prejuízos e a deixa frustrada. A solução que ela encontrou, então, foi configurar a página inicial do navegador dela, no caso o Google Chrome, para ser a agenda dela.

Resumindo, assim que ela abre o celular, a primeira coisa que aparece é a agenda, porque essa pessoa sempre abre este navegador. Por isso, não tem erro.

Como automatizar bons hábitos: tomar remédios

Você tomar os remédios que foram prescritos, sem errar ou esquecer, é maravilhoso. É um hábito muito bom. Mas, às vezes, a gente vai acumulando remédios, ou tem que tomar em horários ou dias diferentes. Essa diversidade de horários e dias exige um esforço muito grande da pessoa e ela fica preocupada com o fato de se esquecer de tomar algum remédio. 

O que fazer? Põe no débito automático. Pensa num negócio que você faz sempre, sem exceção, como tomar banho ou escovar os dentes. Então, você coloca seus remédios nessa mesma rotina de autocuidado.

Aqui na Eurekka, a gente tem uma cliente da terapia que escreveu no espelho dela o remédio que ela precisa tomar todo dia pela manhã. Como ela acorda e se olha no espelho enquanto se arruma, ela já se lembra do remédio. Fácil, né?

O que você pode colocar no débito automático?

A grande pergunta que a Eurekka faz hoje é o que você poderia colocar no débito automático. Crie essa coisa recorrente, faça com que suas demandas façam parte da sua rotina. Então, o que você pode colocar no débito automático? Não estamos falando só das suas contas, mas dos seus hábitos.

O que você pode colocar no débito automático para que você não tenha que tomar a mesma decisão todos os dias, mas que a decisão já tenha sido tomada pelo seu eu do passado? Conte aqui nos comentários se você já teve alguma ideia enquanto lia o texto!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Henrique Souza

Henrique é psicólogo pela UFRGS, atuando na clínica com a Abordagem Analítico-Comportamental, apaixonado por criatividade e comunicação e co-fundador da Eurekka, a startup de Psicologia que se tornou a maior rede de psicoterapia do Brasil. Além de fazer mais de 3000 sessões por mês, a Eurekka também oferece telemedicina, um clube de assinatura, franquia para Psicólogos e outros produtos

Leave a Reply

Your email address will not be published.