Anorexia nervosa: sintomas, causas e melhores tratamentos

Luiz Eduardo

Você já deve ter ouvido falar sobre anorexia nervosa. Mas você sabe o que é esse transtorno alimentar?

A anorexia está relacionada a uma distorção da autoimagem, em que a pessoa se vê com muito mais peso do que ela tem. Essa distorção se combina com uma vontade muito grande de emagrecer e um medo de ganhar peso. Assim, a pessoa come cada vez menos e, muitas vezes, usa métodos destrutivos para perder medidas, o que coloca a sua saúde em risco.

Neste texto, você vai entender o que é a anorexia nervosa, quais são suas causas, sintomas e quais os tratamentos mais efetivos. Dessa forma, poderá se ajudar ou orientar alguém que esteja sofrendo com esse transtorno.

O que é anorexia nervosa?

mulher com anorexia

A anorexia nervosa é um distúrbio alimentar. Nele, a pessoa enxerga o seu corpo com uma forma muito maior e com muito mais peso do que, de fato, tem. Ou seja, a pessoa tem sua imagem corporal distorcida.

É comum que uma pessoa com anorexia que tem um corpo que é considerado magro (abaixo do peso), ou até mesmo dentro do peso esperado conforme a altura e a idade, se considere muito acima do peso.

Nesses casos, com a autoimagem prejudicada, a pessoa começa a adotar medidas muito restritivas, como por exemplo: dietas que envolvem restrição alimentar (ou seja, poucos alimentos são consumidos durante o dia) e abuso de exercícios físicos. Dessa forma, a pessoa não apenas se alimenta muito pouco, como também faz muita atividade física para perder um peso que, na verdade, ela não tem.

É importante lembrar que esse transtorno alimentar é egossintônico. Isso quer dizer que a pessoa não percebe que é um problema e que, na verdade, ela está sofrendo com uma doença. Além disso, muitas vezes, a anorexia nervosa pode provocar internações quando a família, os colegas de trabalhos e as amizades não percebem o que está acontecendo e não conseguem ajudar a pessoa.

Quais as causas da anorexia nervosa?

Há vários estudos sobre o tema e muitos deles trazem fatores de ordem genética. Ou seja, se você tem familiares, sobretudo pais e avós, que já sofreram com anorexia nervosa, você tem mais chances de desenvolver esse transtorno. Mas não é apenas isso!

Outros estudos enfatizam as origens psicológicas desse transtorno, muito relacionadas com a autoimagem prejudicada. Uma vez que esse distúrbio esteja instalado, ele pode levar a desbalanços hormonais, fazendo com que a pessoa não sinta quase nenhum apetite.

https://www.instagram.com/p/CKRdzaXhYT9/?utm_source=ig_web_copy_link

Sinais comportamentais de anorexia

prato vazio dieta anorexia

Em jantares, almoços e ambientes sociais é muito comum ver a pessoa não se alimentando ou se alimentando muito pouco. Essas pessoas também vão se enxergar no espelho de uma maneira muito diferente.

Então, quando na frente do espelho, elas olham para si mesmas e pensam que estão muito gordas, que estão com o peso muito acima da média e têm vergonha do próprio corpo. De fato, esse é um sofrimento bastante intenso.

Além disso, é possível que elas utilizem truques para que ninguém pergunte se elas já comeram ou se elas já experimentaram o que está sendo servido. Também, a pessoa com anorexia nervosa evita comer na frente dos outros e quando ela come, longe dos outros, é sempre numa quantidade muito abaixo do necessário.

A pessoa que está passando por isso faz exercícios físicos excessivos: mais de um treino por dia, de forma intensa e focada em perda de peso. É importante colocar que um dos sinais da anorexia nervosa é a perda de 15% da massa corporal.

Mas, em alguns casos, em que esse valor chega a 25%, pode ocorrer internação hospitalar. Isso porque o peso está tão abaixo do ideal para aquela pessoa e os órgãos estão tão debilitados que podem aparecer outras doenças, ou até mesmo ocorrer óbito.

Sinais físicos da anorexia

Você vai perceber que a pessoa teve uma perda de peso acentuada, que ela está com muito pouco apetite, ou quase nada. E, por último, mas não menos importante, que ela teve uma redução na libido. Todos esses sinais fazem com que pessoas próximas se preocupem e, de forma saudável, instruam a pessoa a buscar um médico.

E é por isso que é importante a gente prestar atenção nas pessoas que estão próximas da gente. Ainda que a maior parte dos casos esteja associada a mulheres jovens, a anorexia nervosa pode acometer qualquer pessoa de qualquer faixa etária.

banner nutricionista

Como ajudar alguém que sofre de anorexia?

Trouxemos todos os sintomas e todos os sinais, então, você pode estar pensando: “Caraca! Acho que alguém perto de mim está passando exatamente por isso! Qual o primeiro passo?”. Por isso, veja essas dicas a seguir.

1. Converse sobre o que está acontecendo

O primeiro passo é conversar sobre o que está acontecendo, num tom de voz descritivo. Então, quando você for apresentar o que você está enxergando, não utilize nenhum tipo de julgamento. Se possível, nem mesmo mencione, numa primeira conversa, o termo anorexia.

Ou seja, comente que você tem percebido que ela não tem se alimentado muito, que ela tem se alimentado muito pouco. Ou que ela tem feito exercícios físicos em excesso e que o seu peso tem baixado de maneira considerável. Pois isso já pode ser suficiente para que a pessoa sinta que você está preocupado com ela. E é por isso que é importante demonstrar empatia!

2. Demonstre empatia

A pessoa que está sofrendo com anorexia nervosa está em sofrimento psíquico. Ela se considera muito acima do peso, tem vergonha do próprio corpo e esse pode ser um assunto muito difícil de ser falado. Então, ao conversar com alguém que esteja passando por isso, se lembre: demonstre empatia.

Tente se conectar com a dor do outro, tente se colocar nos sapatos dessa pessoa, em como que ela está se sentindo. Nesse sentido, em nenhum momento duvide do que ela está passando ou do que ela está trazendo para você. Mas fique muito atento se, mesmo demonstrando essa preocupação, ela ainda disser que está muito acima do peso, que se sente gorda, que se enxerga como obesa etc.

3. Encoraje a pessoa a conversar com os amigos e a família

Nesse ponto, é importante encorajar a pessoa a falar com pessoas que são importantes para ela. Essas pessoas podem ser amigos muito próximos, pode ser a família, pode ser um namorado, tanto faz. Pois nessa hora vai ser muito importante o apoio social, o apoio de pessoas que se importam com ela. A anorexia nervosa não é um transtorno fácil de ser lidado, e é por isso que a gente vai precisar de todo apoio possível.

4. Encoraje a pessoa a buscar ajuda nutricional, psicológica e psiquiátrica

O tratamento da anorexia nervosa pode ser feito por um psicólogo, um médico e também um nutricionista. Pois o médico vai solicitar exames para garantir que a saúde física dessa pessoa está em dia e se perguntar “Será que não tem mais alguma doença ocorrendo no corpo dela? Ou será que a anorexia já está atrapalhando bastante a sua saúde?”

Um nutricionista, então, vai gerar uma dieta adequada para o peso, para a altura e o contexto da pessoa. Já o psicólogo vai trabalhar as causas psicológicas, lidando muito com a autoimagem, com a reestruturação da autoestima e ensinando habilidades para que a pessoa possa tomar as rédeas da sua própria vida, mais uma vez. A terapia cognitiva comportamental é muito útil para isso.

A equipe de médicos da Eurekka possui os melhores nutricionistas para te ajudar no seu tratamento. Marque já a sua consulta nutricional!

Tratamento de Anorexia Nervosa

mulher se medindo anorexia

O tratamento da anorexia nervosa vai passar por uma equipe de profissionais. Ainda que eu já tenha mencionado o médico psiquiatra, o psicólogo e o nutricionista, é importante que a pessoa inicie o tratamento com pelo menos um desses profissionais. Pois, a partir daí, esse profissional vai poder fazer o encaminhamento para outros profissionais da área da saúde e garantir a qualidade adequada de atendimento para essa pessoa.

Com muita ajuda, apoio e carinho é possível vencer a anorexia nervosa!

Materiais Gratuitos da Eurekka

sede presencial da Eurekka

A Eurekka tem vários materiais gratuitos de autoajuda emocional. É claro, você pode sim enviar esses materiais para essa pessoa, mas por favor, encoraje ela a buscar atendimento especializado. Pois essa é a única forma de ela conseguir vencer a anorexia nervosa!

Se você conhece alguém que esteja passando por isso, te desejamos muita força e muita empatia. Além disso, saiba que pode contar sempre com a Eurekka para que, nesse momento difícil, a gente consiga vencer mais esse obstáculo.

E se você quiser fazer sua primeira conversa na terapia da Eurekka é só clicar aqui!

Para ver todos os posts gratuitos da Eurekka é só acessar nosso blog, clicando nesse link. Além disso, aproveite e veja também todos os nossos conteúdos no nosso aplicativo e em nossas redes sociais: InstagramFacebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Luiz Eduardo

Luiz é laureado em Psicologia pela UFRGS e terapeuta Comportamental Contextual, atuando como professor da Formação em Terapias Comportamentais Contextuais da Eurekka. É co-fundador da Eurekka, a startup de Psicologia que se tornou a maior rede de psicoterapia do Brasil. Além de fazer milhares de sessões por mês, a Eurekka também oferece telemedicina, um clube de assinatura, franquia para Psicólogos e outros produtos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.