Análise psicológica de Anne with an E: o que a série nos ensina?

Equipe Eurekka

Um grande sucesso mundial que apresenta inúmeros assuntos delicados com muita leveza, a série encantou a todos os seus espectadores. E nada mais justo do que uma análise psicológica de Anne with an E para saber qual a opinião dos psicólogos sobre os ensinamentos que ela traz.

Por isso, hoje, vamos fazer essa análise detalhada, passando por aspectos gerais da série e dos personagens, até características específicas da nossa protagonista a partir da visão da psicologia.

E claro, precisamos avisar que este texto contém spoilers. Mas é muito provável que você já tenha visto e revisto essa série inúmeras vezes, não é mesmo?

Então, boa leitura!

o que a série anne nos ensina

Análise psicológica de Anne with an e: o que a série mostra

Nessa análise psicológica de Anne with an E não poderíamos deixar de falar dos assuntos, em geral bastante pesados e polêmicos, que a série traz. E o mais incrível é que eles conseguem fazer isso com uma leveza e sensibilidade sem igual. Veja só:

Família

Já no primeiro episódio, aprendemos algo muito importante com a série: família é aquela que nos acolhe e escolhe estar ao nosso lado, nos apoiando, dando amor, carinho, corrigindo e ensinando quando preciso. 

Afinal, vemos nessa série muitas formas de família que fogem do “tradicional”: Anne é adotada por um casal de irmãos, Marilla e Matthew; Gilbert escolhe Sebastian como sua família após a perda de seus pais e tia Josephine escolhe se casar com uma mulher e não ter filhos.

Essas formas familiares não eram nem um pouco comuns para época em que se passa a série. Mas, mesmo assim, podemos ver a harmonia e alegria de cada um dos personagens ao conviver com aqueles que amam no lugar que chamam de lar.

Preconceitos

Anne with an E também nos ensina muito sobre preconceitos de vários tipos. 

Podemos ver em vários episódios como a questão do machismo é forte, afinal, várias mulheres são impedidas de fazerem muitas coisas apenas por serem mulheres. 

Assim também como o racismo é existente na sociedade, mostrado pela discriminação que Sebastian e as outras pessoas do gueto sofrem. 

Além disso, também vemos o preconceito com pessoas LGBTQIA+, representado pelos julgamentos e discriminações que Cole e também tia Josephine sofrem.

Por fim, na última temporada, nós vemos como os nativos foram maltratados em sua própria terra, representado pelo sofrimento e opressão que Ka’kwet, sua família e seu clã passam.

Luto

Outra temática, um pouco menos presente, mas ainda muito relevante é o luto. Isso porque vemos Gilbert perder o pai e se tornar órfão, tendo que aprender a se sustentar sozinho durante todo esse processo doloroso que é perder alguém tão importante e amado.

Além disso, Marilla e Matthew passam por algo semelhante em sua juventude. Eles perderam os pais muito cedo também, e precisaram se unir para poderem sobreviver

Inclusive, ao longo dos episódios vemos até que há algumas questões não resolvidas entre eles por conta do luto prolongado.

o que podemos aprender com Anne

O que podemos aprender com a Anne?

E claro que essa análise psicológica de Anne with an E não poderia deixar de falar da nossa protagonista. Vamos ver quais as características que essa garota possui e aprimora ao longo de seu crescimento?

Empatia

Anne é um dos maiores exemplos de empatia que vemos nas telas, afinal ela sabe como ouvir a todos, independente de quem seja. E não só isso, Anne sabe como ouvir cada um com o coração, se colocando no lugar do outro. 

Assim, ela está sempre lutando para tornar a vida das pessoas melhores dentro do que está ao seu alcance.

Resiliência

Além da empatia, ela também é um enorme exemplo de resiliência, pois podemos ver o tanto que ela sofreu ao longo de toda a sua infância, passando por situações que até mesmo os adultos teriam dificuldade em digerir.

Mas mesmo depois de tudo o que viveu, Anne nunca perdeu as esperanças, o otimismo e a força de vontade para tentar cada dia um pouco mais até conquistar seus sonhos.

Isso nos mostra como o nosso passado não precisa nos definir, e que ainda há tempo de escrever uma nova história.

Quer outros exemplos de personagens resilientes? Então confira esse texto com dicas de filmes sobre resiliência que todos deveriam ver!

Coragem de ser imperfeito

Anne também se mostra uma menina bastante atrapalhada em alguns aspectos. Mas, apesar de se arrepender e se envergonhar de alguns dos erros que comete, ela nunca perde sua autenticidade.

A princesa Cordélia nos prova que a vida é feita de experiências, e que se não tentarmos, nunca iremos aprender. Além disso, ela também expõe que é através dos erros que podemos nos tornar pessoas melhores, e que não precisamos ter medo de tentar algo novo.

Lutar pelos seus princípios

Mesmo muito nova, a nossa querida Anne já tem uma personalidade bem formada. Ela tem muito claro para si e faz questão de mostrar para os outros que ela possui princípios, e que ela fará de tudo para segui-los e defendê-los.

No entanto, mesmo tendo isso muito forte dentro de si, Anne nunca foi arrogante ou desrespeitosa com ninguém. Afinal, um dos seus maiores princípios também é respeitar, amar e ajudar os outros à sua volta, e aprender o que puder com eles.

Sempre há um lado bom em tudo

Como já dissemos, Anne é uma garota muito otimista, e mesmo nos momentos mais doloridos e desafiadores de sua vida, ela usou sua forte imaginação para idealizar dias melhores.

Assim, podemos aprender com ela que tudo tem um lado bom a nos oferecer. Mesmo que a gente não note naquele instante, a vida sempre tem algo para nos mostrar.

qual a personalidade de anne with an e

Anne é uma menina altamente sensível?

Como já dissemos, a famosa Anne (com E!) tem uma forte empatia por todos à sua volta. E isso é algo nato dela, ela nasceu com essa maior sensibilidade dentro de si e faz questão de a cultivar cada dia mais. 

Por isso, podemos dizer que Anne é sim uma garota altamente sensível a sentimentos e emoções alheias. 

Gostaria de ser como ela, mas sente que não nasceu com essa característica? Calma, é possível cultivar a empatia dentro de você. Dá uma olhada nesse texto sobre sensibilidade e empatia para entender um pouco melhor.

Como ser mais como a Anne?

Além de todas essas características brilhantes que já comentamos sobre a Anne, ela também é uma menina muito inteligente. Mesmo com a falta de educação escolar em seus primeiros anos de infância, ela sempre via uma oportunidade para aprender com o que tinha disponível ao seu redor.

Tanto que, quando ela entrou na escola de Green Gables, conseguiu em pouco tempo acompanhar seus colegas e se tornar a melhor aluna da classe junto com Gilbert.

Passando para a nossa realidade, também é possível buscar ser alguém como a Anne. Para isso, é preciso alinhar o conhecimento com a busca pelo equilíbrio. E você pode fazer isso com a Eurekka!

Por aqui, nós criamos a Academia Eurekka, uma Netflix sobre saúde mental onde você pode aprender tudo sobre bem-estar, relacionamentos interpessoais e tudo mais o que a psicologia tem a oferecer.

Quer conhecer? Então clique aqui!

Ah, e não deixe de nos acompanhar nas redes sociais também, fechado?

Este artigo te ajudou?

0 / 3 3

Equipe Eurekka

2 replies on “Análise psicológica de Anne with an E: o que a série nos ensina?”

Ei, Lais!

Que bom que gostou da série e se identificou com a personagem, a Anne é realmente incrível <3

Abraços,

Gabi da Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *