A saúde mental dos engenheiros: entenda o problema

Equipe Eurekka

Toda profissão tem suas vantagens e desvantagens e com a engenharia não é diferente. Assim, ao enfrentar os desafios do trabalho, pode ser que o profissional fique sobrecarregado e não saiba como resolver tal problema. Por isso, é muito importante pensar na saúde mental dos engenheiros.

Existem muitas razões pelas quais esse assunto não é tão falado, entre elas o estereótipo do engenheiro como alguém que é perfeccionista, estressado e que não pede ajuda para ninguém. E essa ideia errônea coloca em jogo a saúde mental desse profissional e leva a graves consequências. 

Por isso, se você é engenheiro e quer descobrir alguns dados alarmantes da sua profissão e como cuidar de verdade da sua saúde mental, de forma prática e direta, leia este texto até o fim.

Boa leitura!

A importância da saúde mental no trabalho

Para ser um bom profissional, é necessário dedicação. Estudar, se atualizar e ter atenção aos mínimos detalhes. Mas você sabia que para fazer um ótimo trabalho também é necessário ter saúde mental?

Quando a sua mente está sobrecarregada, fica mais difícil se concentrar, se atentar a detalhes e cumprir os prazos necessários. Além de que, quando a mente não está saudável, isso reflete no seu corpo. Assim, você pode sentir dores de cabeça, dores no corpo e outras coisas que atrapalham você de focar.

Por isso, além de ter um diploma e se dedicar muito, também é necessário ter uma mente limpa e que funcione bem. Afinal, não é mais fácil trabalhar em um lugar calmo e tranquilo do que em um lugar sujo e barulhento? Com a mente é o mesmo!

Benefícios da saúde mental no trabalho

Esse cuidado com a mente pode te ajudar de muitas formas dentro do trabalho como, por exemplo:

  • Mais foco e produtividade; 
  • Felicidade;
  • Contemplação;
  • Clareza para pensar;
  • Menos dores corporais;
  • Melhor relacionamento interpessoal;
  • Evita o Burnout;
  • Diminui a ansiedade;
  • Reduz o estresse.

engenheiro analisando projeto em quadro branco

Como o estereótipo do engenheiro afeta a saúde mental

Uma pesquisa feita pela Equal Engineers aponta que existe uma pressão exagerada sobre como o “homem engenheiro” deve se portar, de modo que ele deve sempre parecer que está no controle de tudo, faz tudo perfeito e que é comum ser estressado, como se esse fosse o currículo necessário para exercer a profissão.

Você que é engenheiro, provavelmente tem um colega de trabalho que se encaixa nessa descrição, não é mesmo? Ou em pelo menos numa dessas características.

E o grande problema disso tudo é que esse estereótipo faz parecer normal coisas que não são. Não é normal se sentir sempre estressado com os projetos e não é normal se cobrar tanto a ponto de se desgastar. A falta de ajuda, seja no trabalho ou fora dele, pode gerar consequências muito ruins na sua vida.

Assim, esse estereótipo, que é tido como verdade absoluta, gera uma grande resistência em procurar apoio emocional e em admitir que não quer viver sempre estressado. Então, a mente começa a colapsar.

O sono não é mais o mesmo, a energia que você tinha se foi, você sente dores de cabeça frequentes, cansaço extremo, se irrita facilmente, não tem vontade de ver a família e os amigos, entre tantas outras coisas que fazem com que sua saúde física e mental se esgotem, levando ao burnout, à depressão e à ansiedade.

Problemas da saúde mental dos engenheiros

Confira abaixo mais alguns fatores que são prejudiciais para a saúde mental dos engenheiros. 

1. Imagem rígida do engenheiro

Ainda segundo pesquisa publicada pela Equal Engineers, 1 a cada 4 engenheiros afirma que a sociedade espera que o homem deva apresentar comportamentos “masculinos” tóxicos, como a agressividade. 

E esse fato contribui para o estigma sobre a saúde mental, de forma que a busca por ajuda é vista como “frescura” ou “coisa de doido”. 

2. Insegurança financeira 

A insegurança financeira é algo que tem afligido muitas pessoas em nosso país. Até mesmo aqueles que têm um emprego estável se veem preocupados com as finanças.

Assim, por mais que, de maneira geral, o problema econômico na engenharia não esteja atrelado às instabilidades, pode ser que uma alta oferta de engenheiros no mercado de trabalho e a baixa demanda de empregos gere problemas.

Por ser uma função estável, os engenheiros podem exercer a função por muitos anos, fazendo com que os recém-formados precisem aceitar empregos abaixo da sua formação.

E isso pode afetar muito a saúde mental, afinal, a competitividade atrelada a um mercado fechado e agressivo pode gerar muito estresse e ansiedade no engenheiro.

3. Pouca atenção à saúde mental

Com a normalização do estresse e banalização da terapia, a saúde mental dos engenheiros acaba sendo deixada de lado. Assim, o ambiente de trabalho se torna pesado, os projetos cada vez mais estressantes e o relacionamento interpessoal no trabalho muito ruim.

Isso afeta não apenas a vida profissional, mas também a pessoal. Pois, se as atividades que tomam a maior parte do seu tempo deixam você a ponto de um colapso, é claro que isso irá repercutir em todas as áreas da sua vida. 

E para que você possa perceber o impacto real disso tudo, a Equal Engineers aponta que homens engenheiros têm 3.5x mais chances de cometerem atos de automutilação ou suicídio. Sério, não?

E vamos falar disso no próximo tópico.

Suícidio e saúde mental em engenheiros 

Além dos dados acima, essa mesma pesquisa mostra que 1 a cada 5 engenheiros já perdeu um dos colegas de trabalho por suicídio.

Quando falamos de saúde mental, não estamos falando sobre pensar positivo e achar que tudo são flores, mas de tomar medidas práticas e sérias para que esses dados diminuam. 

É um fato para a Psicologia, principalmente para a área Cognitivo-Comportamental, que o ambiente interfere no comportamento e na saúde mental do indivíduo. Então, estar em um lugar em que o estresse é normalizado pode sim gerar consequências muito graves para você. 

Sendo assim, é  necessário aprender técnicas para se manter calmo e com a mente tranquila, tanto para melhorar seu trabalho, quanto para cuidar de si enquanto indivíduo. 

E se você deseja receber essa ajuda, a Eurekka pode ajudar você! Nossos psicólogos são experientes e escolhidos a dedo para prestar o melhor atendimento a você. Para marcar uma Conversa Inicial é simples, basta clicar no banner abaixo. 

banner produtividade

Como a terapia ajuda a saúde mental dos engenheiros?

Agora que você viu dados que mostram os malefícios do descaso com a saúde mental em engenheiros, perceba quais são os benefícios da terapia para você e para a sua profissão. 

Benefícios de uma boa saúde mental

Na terapia, o profissional irá ouvir o que você quiser dizer sobre a sua rotina, seu ambiente de trabalho, suas relações, família e tudo mais. Assim, após entender o seu contexto, o psicólogo irá ajudar você a criar uma rotina menos estressante, ter hábitos mais saudáveis e ensinar a você técnicas para ser mais focado sem se cobrar tanto. 

É tudo uma questão de processo. Com o tempo, você vai começar a ter mais autocontrole, aprender quais atitudes fazem mal para você e como mudá-las. Assim, você vai tomar as rédeas da sua vida e não deixará mais que o fluxo estressante te afogue. 

Melhore a relação com o estresse 

A gente sabe que não dá para fugir dos momentos de estresse. Às vezes, o serviço acumula, aquele projeto dá errado e a equipe não colabora.

Mas, apesar de não ter como fugir disso, seu psicólogo irá ensinar para você técnicas para manter a calma e não deixar que o estresse do trabalho influencie negativamente na sua saúde mental.

Assim, você conseguirá ter autocontrole e lidar melhor com situações que tiram você do eixo. 

Além disso, só o ato de falar com um profissional que está ali para te ouvir já melhora a sua relação com o estresse. Pois é um momento seu de conversa, desabafo, reflexão e sigilo. 

Crie uma rotina antidepressiva

Uma rotina antidepressiva é uma rotina em que você consegue equilibrar tudo: trabalho, sono, saúde física e mental e relacionamentos.

Assim, a terapia pode dar aquela força que você precisa para ser mais constante nos exercícios físicos, na sua vida social e no cuidado com a mente.

A terapia + uma rotina antidepressiva é a chave para sentir que, finalmente, você está tomando as rédeas da sua vida.

Mude hábitos prejudiciais

Você pode ter hábitos prejudiciais tão antigos e que são tão comuns no seu ambiente, que você acabe naturalizando eles e não perceba como eles são ruins para sua saúde mental.

E, na terapia, seu psicólogo ajuda você a identificar esses hábitos e o porquê de eles serem negativos. Assim ,você vai começar a encontrar meios de substituir ações ruins por ações que irão melhorar sua qualidade de vida. 

sede da Eurekka

Engenheiro, cuide da sua saúde mental com a Eurekka

Se você se identificou com alguma dessas situações e percebeu como a saúde mental é importante, está na hora tomar uma postura quanto a isso. Não deixe que estereótipos impeçam você de alcançar qualidade de vida.

E se você quer tomar essa decisão, a Eurekka pode ajudar você. Somos a maior clínica de terapia online do Brasil e realizamos mais de 5.000 atendimentos por mês! Por isso, pode ter certeza que você vai receber a melhor terapia aqui.

Nossos psicólogos são experientes e éticos, por isso pode ficar tranquilo quanto à eficácia de nossos serviços. 

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.